Como amar meus vizinhos?

A maioria de nós conhece a Regra de Ouro: “Ama o teu próximo como a ti mesmo” (Marcos 12:30). Nós aprendemos isto tão cedo quanto no ensino fundamental.. Mas nós realmente vivemos o que diz?

Quando Jesus falou esse mandamento em Lucas 10, um de seus ouvintes foi rápido em perguntar: “Quem é o meu próximo?” Essa não era uma pergunta simples; o consulente estava “procurando justificar-se” (v. 29) por se recusar a amar as pessoas ao seu redor. Jesus respondeu compartilhando a história do Bom Samaritano (Lucas 10: 25-37). Para a audiência judaica de Jesus, os samaritanos eram excluídos da sociedade e indignos de associação. No entanto, Jesus salientou que o amor do samaritano para com o próximo - um estranho ferido e necessitado que acabou de cruzar seu caminho - agradou a Deus muito mais do que as pessoas “justas” que ignoraram a necessidade do próximo.

Hoje, Deus coloca as pessoas no nosso caminho no trabalho, na nossa rua, na mercearia. Demasiadas vezes somos consumidos com nossos telefones e nosso próprio conforto, "ocupado" demais para amar nossos vizinhos como a nós mesmos. Mas este é o segundo maior mandamento! Somos chamados a amar nossos vizinhos como o Bom Samaritano, e aqui estão quatro maneiras de começar.

Reconheça quem são

Para amar nossos vizinhos, devemos primeiro reconhecer que eles existem. Você sabe quem mora perto de você na rua? No apartamento acima do seu? Você vê o mesmo caixa toda segunda-feira? Essas pessoas são seus vizinhos!

O primeiro passo para amar é reconhecer as outras pessoas como almas imortais, pessoas que precisam conhecer a Deus. Você pode ser a única imagem de Cristo que eles recebem por muito tempo. Não desperdice essa oportunidade.

Tome um interesse em suas vidas

Uma vez que você sabe quem são seus vizinhos, tenha interesse em suas vidas. Conheça suas famílias: quantos filhos eles têm, seus animais de estimação, suas prioridades. Leve bolachas, bolos ou algo simbólico, quando você se mudarem para sua rua. Apresente-se, inicie uma conversa e pergunte sobre eles.

Isso também funciona com o caixa da supermercado. Essa pessoa provavelmente tem um trabalho bem monótono - você pode ser a única faísca de alegria que ela recebe naquele dia. Fazer as pessoas se sentirem conhecidas é um reflexo do conhecimento amoroso de Deus.

Saia da sua zona de conforto

É difícil amar nossos vizinhos. Isso não vem naturalmente! Mas é precisamente por isso que Jesus articulou como é necessário. Se fosse fácil, por que Ele precisaria nos dizer como fazer isso?

Seja sempre presente

Finalmente, esteja presente na vida de seus vizinhos. Esteja sempre disponível - conforme sua programação permitir - com seus colegas de trabalho, familiares, amigos e conhecidos. No final de nossas vidas, o que realmente importa: quanto fizemos ou quão bem amamos?

Deus diz que os últimos serão os primeiros, aonde você gostaria de estar no final dos tempos? Quem você quer levar?

Com amor e gratidão,

0 Comentários