Como eu posso lidar com uma pessoa agressiva?

Você sabe que algo está incomodando seu colega de trabalho, quarto, ou qualquer ambiente em que a convivência seja diária. A pessoa pode até não falar que está incomodada, mas ela fica fazendo comentários irônicos, ela fica se excluindo do relacionamento e saídas com os seus amigos e agindo estranhamente. A pessoa fica toda estranha, com atitudes erradas, e uma cara diferente. O que você faz?

Lidar com pessoas agressivas pode ser muito frustrante. Como alguém que cresceu em uma família muito aberta e honesta, eu geralmente presumo que as pessoas me abordarão com seus problemas se tiverem algo para falar. Infelizmente, nem todos são assim.

Deus quer que busquemos a paz e a união em nossos relacionamentos. Embora seja errado para os amigos e a família reterem seus verdadeiros sentimentos da pessoa que os ofendeu, às vezes temos que ser os únicos a mencioná-los. Aqui estão três coisas para fazer na próxima vez que você lidar com uma pessoa agressiva.

1. Confronte o problema, não a pessoa:

Conflito não é uma coisa ruim se o objetivo é a solução. Se o seu amigo resolveu mudar algo que você tinha marcado com os amigos, confronte-o e pergunte o porque que está acontecendo aquilo. Chame a sua atenção e mostre que você notou atitudes erradas e cometários maldosos, e evite uma discussão, nós podemos mudar a solução. Mas lembre-se: enfrente o problema, não a pessoa. Seja gentil na sua conversa ou ela pode cortar você, antes mesmo de começar a discussão.

É bom ter exemplos específicos do que seu amigo está fazendo que indica que ele tem um problema com você. Dê a ele os exemplos: “Quando você disse / Quando você fez X, o que você quis dizer com isso?” Diga que você não quer causar brigas ou intrigas entre os dois, e que seu objetivo na conversa é alcançar a paz.

2. Converse:

Pessoas agressivas não gostam de ser abertas sobre o que as incomoda, então cabe a você manter a conversa apontada na direção correta. Se ela evita perguntas ou tenta fugir completamente, lembre ao seu amigo do objetivo: união e paz. Comunique que sua amizade será prejudicada até que ela lhe diga o que está acontecendo.

Não deixe a discussão cair na comparação ou você apontar o dedo para a pessoa no momento. Em vez de ficar na defensiva ou explicar cada pequena razão pela qual você fez alguma coisa, deixe seu amigo falar e, em seguida, responda às suas queixas especificamente. Afaste-se de suas emoções e considere os fatos.

3. Decida como procederá a conversa:

Finalmente, decida o que você vai fazer sobre o problema antes que a conversa termine. Não deixe em aberto. Antes de sair, decida em conjunto o que você fará para evitar novas  brigas, intrigas. Incentive seu amigo a ser claro sobre o que o incomoda. Você não pode mudar nada se a ofensa não for resolvida!

Se seu amigo continuar a agir dessa maneira, ore por ele e dê um passo para trás na amizade, não que você tenha que acabar com a amizade, mas tome uma atitude, e seu amigo vai perceber. Claro, seja honesto consigo mesmo também - você está agravando o problema com um comportamento que é pecaminoso ou ofensivo? Se não, seu amigo pode ter problemas espirituais mais profundos que precisam ser curados, e orar é a melhor coisa que você pode fazer.

Lembre-se de seu objetivo: união e paz!

Com amor e gratidão,

0 Comentários