Dicas para viajar seguro para Buenos Aires


Com sua mistura sofisticada e dinâmica de cultura, comida e pessoas - Buenos Aires é uma das cidades mais atraentes da América do Sul. De sua impressionante influência européia a seus habitantes amigáveis, a capital da Argentina é uma cidade muito bonita e intrigante. Mas, como qualquer outra grande cidade, há crime, e Buenos Aires é conhecida por ser uma cidade bastante perigosa. No entanto, se você mantiver o seu juízo sobre você e usar o bom senso, você geralmente pode ficar bem.

Moeda e Dinheiro

1- Leve seu dinheiro já cambiado ou em dólar.

Você pode literalmente dobrar seu dinheiro se tiver dólares americanos.

Desde a crise da dívida da Argentina em 2002, a moeda do Peso tem estado sujeita a altas taxas de inflação que continuam a aumentar rapidamente. Com uma moeda tão instável e rapidamente desvalorizadora, os argentinos querem pôr as mãos em moedas mais estáveis ​​como o dólar americano - o que é muito difícil de conseguir se você é argentino. É aqui que entra a taxa “azul” ou o mercado ilegal do dólar negro. Ao trocar seu dólar por Peso argentino, você receberá uma taxa significativamente mais alta do que receberia em uma troca de moeda normal ou ao se retirar de um caixa eletrônico.

Para um lugar seguro para trocar o seu dinheiro - pergunte a um guia turístico local ou ao seu hotel / pousada. Caso contrário, você pode caminhar pela Avenida Flórida, onde você encontrará muitas pessoas gritando "cambio" para você - não tenha medo de pechinchar com eles para obter a melhor taxa. Só não se esqueça de verificar que o dinheiro que lhe foi dado não é falso.

Se você não quiser participar do mercado negro do dólar, ainda poderá obter descontos pesados ​​em lojas, hotéis e restaurantes pagando em moeda norte-americana.

 2- Cuidado com as notas falsas.

Há muitas notas falsas circulando pela Argentina, então não deixe de conferir se recebeu dinheiro de verdade quando se trata de receber troco ou trocar dinheiro. Há muitas maneiras de saber se as notas são reais; Uma maneira é segurar a conta até a luz e certificar-se de que você pode ver que ela tem folhas entrelaçadas fora do centro das grandes notas. Além disso, verifique a marca d'água e a qualidade do papel.

3- Leve pequenos trocos com você. 

Sempre tente levar uma pequena quantidade de troco com você, seja notas ou moedas. Há uma falta de troco em Buenos Aires e as moedas são escassas, por isso, se você não tiver troco, não se surpreenda se os preços da loja forem arredondados ou se você receber doces para compensar sua perda - é comum!

4- Ande sempre com o seu documento de identificação. 

Experimente e leve seu documento de identificação com você o tempo todo. Em muitas lojas, como mercearias e farmácias, você precisará apresentar seu documento de identidade para pagar com cartão.


Segurança

5- Ande nos bairros mais seguros.

Tente ficar nos bairros mais seguros se estiver sozinho ou andando pela cidade à noite. Os bairros mais seguros de Buenos Aires são Recoleta, Palermo e Puerto Madero. Um dos bairros mais perigosos é La Boca, então tenha cuidado enquanto estiver lá - tente ficar nas áreas turísticas e não fique muito longe dessas áreas se estiver sozinho.

6- Não ande com todos os seus documentos na bolsa, e com grandes valores de dinheiro.

Deixe todos os valores maiores e importantes (passaportes!) Trancados no cofre do seu hotel.

Sempre saiba onde estão seus pertences - mantenha sua bolsa na sua frente, mantenha sua câmera amarrada ao redor do seu pulso, não mantenha seus telefones na mesa e não pendure sua bolsa na cadeira atrás de você.

7- Cuidado com a distração.

Um dos golpes mais comuns em Buenos Aires é alguém esguichar um líquido do tipo mostarda em você e depois oferecer ajuda para limpá-lo, levando seus objetos de valor ao mesmo tempo! Mais frequentemente do que não, eles não são ameaçadores procurando pessoas como uma velha senhora. Se alguém tentar ajudá-lo a limpar o líquido sujo, segure seus objetos de valor, olhe-os nos olhos e, com voz severa, diga não e deixe a área imediatamente para chegar a um local seguro ou a um hotel.

8- Olhe sempre para onde você está indo.

Sempre fique de olho para onde você está e para onde está indo.

9- Evite passar por protestos.

Como todas as outras cidades da América do Sul, protestos e manifestações são comuns e ocorrem com frequência - especialmente em Buenos Aires. Mesmo que muitos destes protestos sejam realizados com boas intenções, eles podem se tornar violentos rapidamente, então tente evitar passar por eles e imediatamente deixar a área se alguma coisa ruim começar a acontecer.


Transporte

Tente usar RÁDIO TÁXIS quando viajar por Buenos Aires, pois eles são os táxis oficiais que estão registrados no governo. Eles são geralmente mais seguros e têm medidores mais precisos do que outros táxis - tornando menos provável que você seja roubado.

10- Cuidado com enganação

Troca de notas falsificadas - você entregará uma nota de $ 50 ou de $ 100 e eles dirão que não têm nenhum troco, mas ao mesmo tempo trocam a nota que você deu e lhe devolvem uma falsa. Para evitar isso, tente pagar com notas menores ou quando estiver entregando a nota - observe o número de série na nota para que você não seja enganado.

11- Valores do Táxi

Sempre pergunte o preço estimado antes de entrar no táxi.

Outras Dicas


  • Muitos restaurantes têm uma taxa de serviço de mesa por pessoa + a gorjeta de serviço de 10%.
  • Fazer compras é relativamente caro em Buenos Aires em comparação com outras cidades da América do Sul - espere preços definitivamente mais caros que os dos EUA e mais parecidos com a Europa e a Austrália.
  • Festa dos argentinos - Não espere que haja ninguém antes das 11 da noite, a festa sempre acontece depois das 11 até as 2 da manhã.
  • As pessoas de certos países têm que pagar uma taxa de reciprocidade para entrar na Argentina (como a Austrália), então certifique-se de pagar e ter uma cópia do recibo antes de chegar à Argentina ou você não será deixado entrar.
Obrigado por ler, espero que tenha gostado!

Seja seguro e boa viagem (=

0 Comentários